Pastor Muller e sua  digníssima esposa  Miriam Inthurn

Translate this Page
  • Currently 2.91/5

Rating: 2.9/5 (971 votos)



ONLINE
1



Partilhe esta Página

 

Radio Admd Que Veio Pra Ficar Com você

 

Radio Admd Que Veio Pra Ficar Com você


Grego em língua portuguesa!
Grego em língua portuguesa!

Você fala grego?

Você pode estar pensando que pretendo saber se você se comunicaria em grego caso por aqui um deles aparecesse ou se você fizesse uma viagem à Grécia e precisasse se  fazer entender nessa língua. Nada disso.
 
Quero saber se você fala grego em português. Isso mesmo, grego em língua portuguesa!
 
Talvez muita gente não tenha percebido ainda, mas centenas de palavras usadas no dia a dia de nossas atividades derivam do grego. Mais especificamente, as de ordem científica e técnica; entre estas, especialmente as do campo da medicina.
 
Veja o semáforo. Direto do grego, sema (sinal) e foro (conduzir, levar). O nosso popular sinal vem do grego para os postes. Parente dele, por parte, o fósforo (fos, luz e foro, produzir, levar). O fósforo é o que produz luz, chama.
 
Há uma anarquia em algum canto do país? Então é grego, porque an é prefixo grego de negação e arquia é  governo, ordem.
 
Dor de cabeça. A dor é a mesma para brasileiros e gregos, mas importamos o nome na sua forma médica: algos, algia significa dor e cefale é cabeça. Aí, para eliminar a dor, recorremos ao analgésico e quem não sente dor em alguma parte do corpo tem aí uma analgia.
 
Percebeu? É grego para todo lado.
 
Alguns médicos atendem especificamente mulheres. Em grego, gineco significa mulher, e logia quer dizer parte de uma ciência. Então, o ramo da ciência médica que se dedica às mulheres é a ginecologia.
 
Alguma inflamação o incomoda? Isso é ite. Hepatite ( inflamação do fígado), meningite (meninge inflamada), gengivite, conjuntivite, otite e mais uma enorme quantidade de problemas desse tipo.
 
Gosta de corridas? Então, vamos de dromo, pista de corrida. E temos autódromo, velódromo, hipódromo, cartódromo.
 
Em muitos casos, as palavras caíram tão bem em nossa língua que são usadas nessa forma original. Em outros casos, por serem de uso muito restrito, acabam tendo de ser traduzidas, embora façam parte do vocabulário oficial da língua portuguesa.
 
Helicóptero. Quem não sabe o que é isso?
 
Entretanto, algumas pessoas talvez fiquem admiradas quando lhe disserem que o nome desse aparelho vem do radical ptero, asa em grego. Helicóptero porque tem asas em forma de hélices. E díptero é o que tem duas asas; pterodátilos eram os terríveis pássaros que tinham dedos (dátilos) nas asas, para quem viu Jurassic Park.
 
Entretanto, tomemos cuidado. Algumas coisas não são o que parecem ser. Estomatite não é inflamação do estômago, como parece, mas da mucosa bucal. Para o estômago, os gregos reservaram gastrite.
 
Grego e latim. Aí está a gênese de nossa maltratada língua portuguesa. Aos que ainda as amam, saudações camonianas e machadianas.

Pastor Muller

topo